Eita que na piscina, vendo os meninos brincarem, ouço alguém falar pra outro: Ô Ícaro... aí me lembrei de Biafra: voar, voar, subir, subir.
22h35 e vejo Biafra sendo entrevistado no Entrevista Record. Com a mesma carinha bonita, um jeito de molequinho.
Sonho de Ícaro: Biafra

Postagens mais visitadas deste blog

Sonhos famintos: leitura do conto A Cadeira de Balanço, de Clarissa Loureiro

O tecer das horas e o bordar das pétalas

Gabriel, Miguel, Drummond e Chico