Adoro a Internet, principalmente porque descobri um site confiável para baixar livros e músicas - vc, viciado na rede, vai dizer que eu escrevi o óbvio.
foi isso mesmo.
acabei de baixar O apanhador no campo de centeio, de J.D. Salinger (The cather in the rye). Sempre ouvir falar sobre esse livro e hoje me lembrei dele e agora ele está no meu comutador. Olha só como o livro começa:
"Se querem mesmo ouvir o que aconteceu, a primeira coisa que vão querer saber é onde eu nasci, como passei a porcaria da minha infância, o que meus pais faziam antes que eu nascesse, e toda essa lengalenga tipo David Copperfield, mas, para dizer a verdade, não estou com vontade de falar sobre isso. Em primeiro lugar, esse negócio me chateia e, além disso, meus pais teriam um troço se eu contasse qualquer coisa íntima sobre eles. São um bocado sensíveis a esse tipo de coisa, principalmente meu pai. Não é que eles sejam ruins - não é isso que estou dizendo - mas são sensíveis pra burro. E, afinal de contas, não vou contar toda a droga da minha autobiografia nem nada. Só vou contar esse negócio de doido que me aconteceu no último Natal, pouco antes de sofrer um esgotamento e de me mandarem para aqui, onde estou me recuperando."
Querem baixar? Vou passar o link redondinho, direto na fonte:
O apanhador no campo de centeio/ J.D. Salinger

Postagens mais visitadas deste blog

É casa, é jardim

Arquiteto Carlos Nascimento (in memoriam) será homenageado pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo

Sonhos famintos: leitura do conto A Cadeira de Balanço, de Clarissa Loureiro