Andy Warhol: do it yourself, 1962


"Estou tão ampla. Sou coerente: meu cântico é profundo. Devagar. Mas crescendo. Está crescendo

mais ainda. Se crescer muito vira lua cheia e silêncio, e fantasmagórico chão lunar. À espreita do

tempo que pára. O que te escrevo é sério. Vai virar duro objeto imperecível. O que vem é imprevisto.

Para ser inutilmente sincera devo dizer que agora são seis e quinze da manhã."

(Clarice Lispector: Água Viva, Francisco Alves editora, 1990, p. 49)



Postagens mais visitadas deste blog

Arquiteto Carlos Nascimento (in memoriam) será homenageado pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo

É casa, é jardim

Gabriel, Miguel, Drummond e Chico